quarta-feira, 24 de outubro de 2018

vRops - Overview


vRealize Operations Manager - vRops é uma  ferramenta desenvolvida pela VMware para auxiliar o administrator de infraestutura virtual e física nas analises do dia a dia, tais como, performance, utilização do objeto, troubleshooting, visão de capacidade (capacity) atual e futura, monitorar a saude do ambiente e seus componentes, avaliar os riscos e possíveis melhorias a serem aplicadas, e muitas outras coisas que facilita muito as operações do dia a dia.

Você deve estar se perguntando, mas como isso é possível, certo?



Através de diversos mecanismos internos, somente para citar alguns:
- Self-learning
- Service health baseline and trending
- Smart alerts
- Integrated capacity analysis

Através desses mecanismos o vRops tem a capacidade de entender e aprender tudo sobre o seu ambiente, eliminando por exemplo falsos alertas, informando quando determinado recurso ira se esgotar no ambiente e/ou até mesmo lhe dizendo que o sizing de determinada VM não é o correto e que isso pode lhe causar problemas de performance.
A partir da versão 6.6 o vRops é disponibilizado através de um appliance (OVA), não sendo mais possível realizar uma instalação do vRops diretamente nos S.O (Linux e/ou Windows) como em versões legadas. Porem é possível realizar o upgrade até a versão 6.7 caso você ja possua uma versão em RHEL.

Os componentes dentro do appliance vRops são os mesmos das versões anteriores, independente do tamanho do seu ambiente e arquitetura definida, podendo ser alterado apenas as funções (role) que cada node pode ou não executar quando necessário.


Vamos verificar qual a função de cada componente dentro do appliance vRops:

Product/Admin UI
Portal de acesso para as acoes diárias do time de operação e/ou do administrator.

Collector - REST API
Sao os adapters necessário para comunicação e coleta de dados, o mais comum de todos é o adapter do vSphere que conecta em 1 ou N vCenters  para coleta de dados e métricas. 

Controller
Responsável por realizar o mapeamento dos dados coletados e analisar as requisições de consultas ao mesmo.

Analytics
Realiza todo o trabalho de analise dos dados coletados, calculo das métricas, verifica os thresholds processados e realiza a geração de alertas ao ambiente.

Persistence
Armazena todos os dados coletados em seus respectivos databases Global xDB, FSDB e HIS.

Global xDB -  Toda customização realizada no vRops é armazenada neste DB, preferencias do usuário, alertas pre-configurados e alarmes estão presentes aqui. O principal detalhe dessa DB é que ele esta presente somente no MASTER Node  e caso em seu ambiente possua o vRops HA haverá uma copia do Global xDB no REPLICA Node.

FSDB - Toda as métricas coletadas sao armazenadas nesse DB, ao contrario do Global xDB esse DB esta presente em todos os nodes do cluster.

HIS - Historical Inventory Service com esse nome sugestivo ele é responsável por armazenar todo o histórico dos objetos, suas views, propriedades e relacionamentos.

Ao longo desse post você reparou que falei sobre MASTER Node, Data Node, Replica e muitas outras coisas que não foram citados aqui, certo?

Todos esses carinhas fazem parte da arquitetura do vRops, e eu acredito que eles merecem um post dedicado somente a eles, para detalharmos a função de cada um e quando utiliza-los ou não.

Por hoje é isso espero que tenham gostado e fiquem atentos aos demais post sobre vRops, se tiverem duvidas e/ou sugestões são sempre bem-vindas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário